RSS

China e o Intervencionismo – Cidades Fantasma

10 Fev

A agora uma versão Brasileira:

E um vídeo mais recente:

Já há alguns anos que ouvi falar pela 1ª vez deste tema, mas a ESCALA a que isto está a chegar é assustadora. 64.000.000 de unidades (apartamentos e casas) vazios? Wow.

É um exemplo de como o crescimento económico pode ser negativo, se for baseado num comando central e não em procura real de consumidores que podem – e desejam – consumir o bem.
Quem construiu as casas, pensa que tem um activo, mas na verdade tem um bem que não vale o preço de custo, o que equivale a dizer que durante este tempo esteve a destruir valor (usou recursos mais valiosos do que o que o bem que deles resultaram), enquanto desperdiçou mão-de-obra que poderia ter estado alocada a actividades produtivas. Em Economia, isto paga-se. E dada a dimensão, poderá pagar-se caro, pois não sei como uma economia, mesmo a Chinesa, poderá absorver tamanha destruição de valor.

Só tenho pena é que os chineses que falam, sobretudo o habitante de Pequim, não vejam que o governo criou o problema (através de pressões do governo central aos provinciais para gerar números de produção para ficar bem nas estatísticas, segundo os vídeos) e que muito dificilmente será o problema a resolvê-lo… E aquela de uma pessoa ter direito a uma casa de luxo ser um “direito humano básico”… por favor. Há direito à vida, à liberdade e aos frutos do seu trabalho. O direito a um bem implicaria um dever de outrém, o que… deixo para outro post. O que fala em polorização tem razão! Isto vai dividir a sociedade Chinesa e, se continuado, pode levar a uma crise económica capaz de provocar uma revolução política de consequências imprevisíveis!

É um exemplo de como um estímulo Keynesiano “em que se constrói para se construir e consumir recursos” dá resultados de curto prazo mas tem o mesmo e trágico fim inevitavelmente. Creio que não fará falta um curso de Economia para perceber o quão errada é esta política e o quão graves serão as consequências.  Não vos parece óbvio que isto vai correr mal?

Leituras recomendadas: Daily Mail (imagens), Time (imagens de Ordos), Uma tentativa de explicação, The Atlantic (importância para outros países), Massa monetária & bolhas (gráfico), Bloomberg (vídeo)

Deixo-vos com algumas imagens enquanto pensam na escala do fenómeno:

 
1 Comentário

Publicado por em 10 de Fevereiro de 2012 em Ásia, Política, Regulação, Videos

 

Etiquetas: , , , ,

One response to “China e o Intervencionismo – Cidades Fantasma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: