RSS

Piadas Filosóficas – Conceitos Celestiais

15 Fev

 Anúncio

O Manuel e a Manuela foram ao médico. Depois de um exame completo ao Manuel, o médico pediu para ficar a sós com a Manuela. No segredo do consultório, disse o médico:
– O senhor seu marido sofre de uma doença causada por stresse extremo. Se não fizer o que lhe vou dizer, ele certamente morrerá, mas se fizer tudo isto nos próximos 6 meses ele poderá recuperar completamente a sua saúde. Acorde-o todas as manhãs com um grande beijo e depois prepare-lhe um pequeno almoço saudável. Seja sempre agradável e certifique-se que ele esteja sempre bem-disposto. Cozinhe apenas os pratos que ele gostar e deixe-o descansar depois das refeições. Não o sobrecarregue com tarefas nem discuta os seus problemas com ele: isso só contribuirá para o agravar do problema. Não discuta com ele mesmo que ele a critique ou goze consigo. Tente descontraí-lo à noite fazendo-lhe massagens. Convença-o a ver todos os desportos que ele puder na televisão, mesmo que isso implique que a senhora perca os seus programas preferidos. E mais importate que tudo, depois do jantar, satisfaça todos os desejos dele.
A caminho de casa, pergunta o marido:
– Então, o que disse o médico?
Responde a esposa:
– Disse que vais morrer.

Indiferença

Ole morreu e Helena, sua esposa, foi ao jornal local para colocar uma nota no obituário. Depois de lhe dar os pêsames, o funcionário perguntou-lhe o que gostaria de dizer sobre Ole. Disse ela:
– Coloque apenas “Ole faleceu.”
O homem, perplexo, exclamou:
– Só isso? Tenho a certeza que gostaria de dizer mais alguma coisa sobre o seu marido. Viveram juntos durante quase 50 anos. Têm filhos e netos. Pense em todos os momentos que viveram juntos. Além disso, se está preocupada com o preço, devo dizer-lhe que o preço inclui 5 palavras de oferta.
Depois de pensar uns segundos, diz ela:
– Muito bem. Escreva: “Ole faleceu. Vende-se barco.”

O velho Sol Bloom estava já moribundo na sua cama quando sentiu o cheiro dos seus folhados de maçã preferidos. Reuniu as forças que lhe restavam, levantou-se da cama e, encostado à parede, saiu lentamente do quarto e obrigou-se a descer as escadas, agarrado ao corrimão com as duas mãos. A respirar penosamente, encostou-se à soleira da porta e olhou para a cozinha. Se não fosse a dor no peito, teria pensado que estava no céu, pois na mesa da cozinha, sobre papel absorvente, havia literalmente dúzias de folhados de maçã acabadinhos de fazer. Sol sorriu: era um último acto de amor da sua dedicada mulher, Sara, que queria que ele partisse feliz deste mundo.
Atravessou a cozinha, chegou próximo da janela, esticou a mão trémula para pegar num folhado… mas de repente sentiu a pancada de uma espátula:
– Não toques nisso – ralhou Sara – São para depois.

Herança

Quando descobriu que ia herdar uma fortuna depois do pai – já muito doente – falecer, João decidiu que precisava de uma mulher para o ajudar a aproveitar o dinheiro. Assim, uma noite foi a um bar de solteiros, onde avistou a mulher mais bela que tinha visto em toda a sua vida. A sua beleza natural arrebatou-o! Ganhou coragem, levantou-se e foi até ela e disse:
– Posso parecer um homem banal, mas dentro de uma ou duas semanas irei herdar 20 milhões de Dólares.
Impressionada, a mulher foi com ele para casa nessa mesma noite. Três dias depois, tornou-se sua madrasta.

Salto

Um dia, Bob estava a atravessar uma ponte e viu uma mulher no bordo, prestes a saltar. Ao vê-la disse:
– Pare. Não faça isso!
– Porque não?
– Bem, há imensas coisas pelas quais vale a pena viver!
– Como por exemplo…
– Bem, é crente?
Ela abanou a cabeça positivamente.
– Eu também. Está a ver? Já temos algo em comum, por isso vamos conversar. Qual é a sua religião?
– Cristã.
– Eu também. Católica, Ortodoxa, ou Protestante?
– Protestante.
– Eu também. Episcopaliana ou Baptista?
– Baptista.
– Eu também! Igreja Baptista de Deus ou Igreja Baptista do Senhor?
– Baptista de Deus.
– Uau, eu também! É da Igreja Baptista de Deus original ou da Igreja Baptista de Deus reformada?
– Baptista de Deus Reformada.
– Eu também!!! Mas da Igreja Baptista de Deus reformada na Reforma de 1879 ou da Igreja Baptista de Deus reformada na Reforma de 1915?
– Igreja Baptista de Deus Reformada, reforma de 1915.
– Morre herege!
E empurrou-a ele mesmo.

Condenação

Um Italiano, um Francês e um Português estão prestes a ser executados e propõem-lhes uma última refeição.
– Uma bela tigela de linguini com molho de amêijoas.
O Italiano come o seu prato e é executado. Segue-se o Francês:
– Eu gostaria de ter uma bela tigela de caldeirada Provençal.
O Francês saboreia cada colherada… e depois é executado. Por fim vai o Português:
– Eu quero uma bela taça de morangos frescos.
– Morangos? Mas não é a época deles!
– Não há problema: eu espero!

Sofisma

Médico: Tenho uma boa notícia e uma má notícia.
Paciente: Qual é a boa notícia?
Médico: Os exames que fez mostraram que só tem 24 horas de vida.
Paciente: Essa é a boa notícia?!? E qual é a má?!?!?
Médico: Esqueci-me de lhe telefonar ontem.

Martin vai fazer um check-up. Depois de muitos exames, o médico diz-lhe:
– Infelizmente tenho más notícias: só tem mais seis meses de vida.
O paciente fica petrificado. Passado uns momentos diz:
– Isso é terrível doutor. E devo admitir que neste momento nem tenho dinheiro para pagar a conta.
– Está bem… Eu dou-lhe um ano de vida.

Citações

Groucho Marx: “Que me interessa a posteridade? O que é que a posteridade alguma vez fez por mim?”

Woody Allen: “Não quero viver nos corações dos meus concidadãos; quero viver no meu apartamento.”

Lily Tomlin: “Sempre quis ser alguém. Agora vejo que devia ter sido mais específica.”

Últimas Palavras

“Estou prestes a – ou vou – morrer: ambas as expressões estão correctas”
Dominique Bouhours, gramático Francês, 1702

“Não deixes que acabe assim. Diz-lhes que eu disse alguma coisa.”
Pancho Villa, revolucionário Mexicano, 1923

“Eu desejo ir para o Inferno e não para o Céu. No primeiro terei a companhia de papas, reis e príncipes, enquanto no último só há mendigos, monges e apóstolos.”
Nicolau Maquiavel, 1527

“Vá lá, sai daqui! Últimas palavras são para tolos que não disseram o suficiente.”
Karl Marx, 1883

He looks so natural

Piadas Filosóficas é uma série de posts baseados nas obras de Thomas Cathcart e Daniel Klein.

Adaptadas a partir do livro Heidegger e um Hipopótmo chegam às Portas do Paraíso. O livro contém muitas mais. Estas foram seleccionadas para mostrar o tipo de humor que eu aprecio e para incentivar o gosto pela Filosofia de quem leia estas linhas.

Este post é o 3º da série.
 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 15 de Fevereiro de 2012 em Citações, Humor

 

Etiquetas: , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: