RSS

Santa Aliança entre “Profiteers” & “Puppets”

22 Jul

Para qualquer regulação anti-social (ou seja, que busca o ganho de uns poucos à custa da sociedade como um todo), há sempre 2 grupos a defendê-la: os que dela beneficiam e os que a justificam moralmente.

Considerem os seguintes exemplos:

1. Os grandes produtores de tabaco receavam que os seus elevados lucros levassem à entrada de novas empresas no mercado. Ora, então foi preciso “incentivar” um conjunto de pessoas a protestar contra a publicidade tabagista, agregadas em instituições anti-cancerosas (quem vai suspeitar dessas). Os viciados, perante a ausência de publicidade, continuariam a fumar as mesma marcas, enquanto que as novas – sem poder investir em publicidade – teriam muito mais dificuldade em conquistar quota de mercado. E assim se fechou um mercado à concorrência.

2. O pequeno comércio tinha um problema diferente: apesar de colocarem grandes margens nos seus produtos (100% não é um valor surpreendente), não concorriam concorrer com os super-mercados em preço, nem em horário.
No preço, “dumping”; no horário, “o Domingo é da Família”.
Comunistas e esquerda-caviar para o 1º; Igreja para o 2º.
E assim se prejudicaram os consumidores (todos nós), para benefício de uma pequena fracção da população.

3. A banca gosta de bónus e lucros. Mas a chatice é que para ter melhores resultados é preciso incorrer em risco. Adivinharam bem: a banca resolveu incorrer em riscos, e à grande. Mais tarde ou mais cedo a concessão de crédito a tudo e todos sem grande critério resultou no que se esperava: crédito mal-parado em quantidades colossais. Esses bancos deveriam ter ido à falência. Mas não foram, defendidos por pessoas que supostamente não se importavam com eles mas que, assustados com as consequências de uma falência bancária, se apressaram a ir socorrer a banca.
E assim se prejudicaram todos os contribuintes para poder pagar os valores a investidores que tinham mais de 100.000 Euros nos bancos (os únicos salvos com esta opção, já que os outros estavam garantidos pelo Fundo de Garantia – sim, eu sei que este fundo tem pouco dinheiro, mas o que ficava mais barato: socorrer este fundo ou socorrer todo o sistema bancário?).

 
 

Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: