RSS

Tirar a Fidúcia da Moeda Fiduciária

19 Mar

A Moeda pode ser baseada num Activo (por ex, Padrão-Ouro, como Alan Greenspan agora volta a sugerir) ou em Confiança. A moeda actual chama-se Fiduciária (em Inglês, Fiat Money), porque é assim que se escreve Confiança em Latim.
E Confiança em quê? No governo, no banco central, no sistema bancário e na capacidade destes de garantir que a sua a moeda cumpre as 3 Funções que se lhe pede: o famoso RUM (Reserva de Valor, Unidade de Conta e Meio de Pagamento.

O que o Chipre acaba de fazer é de uma gravidade sem paralelo. Afinal:
– Que a Europa taxava o trabalho, já se sabia.
– Que a Europa taxava o consumo, já se sabia.
– Qua a Europa taxava o rendimento empresarial, já se sabia.
– Que a Europa taxava o rendimento das poupanças, já se sabia.
– Mas que a Europa ia ao ponto de confiscar uma parte dos depósitos…

Eu não aceito isso da parte do Zimbabué. Ou do Idaho, vá. Agora aconteceu aqui! Num dos 5 países intervencionados da Europa! Seremos o próximo? Todos os responsáveis vão apressar-se a dizer que não, como quando o presidente de um clube declara a sua confiança inabalável do treinador. Eu já trabalhei demasiado tempo na banca e por isso tenho o meu dinheiro longe dela. Mas este episódio recorda-nos quão frágil é o direito à propriedade privada quando um estado precisa de dinheiro.

O que me preocupa mais é que a oposição em Portugal não é alternativa! Limita-se a pedir o impossível e a chatear-se com o governo Português porque “votou com a Alemanha contra a periferia” – sim, ouvi alguém do BE a ter semelhante ataque de clubite!

Junker diz-se preocupado? Para mim já não é preocupante, pois isso implicava incerteza.
É uma certeza: está retirada a fidúcia da moeda fiduciária.
Espero que as pessoas acordem e exijam outra política.
A do respeito pela propriedade privada na economia e do princípio da certeza jurídica dos contratos no direito.
Só não sei quem no espectro político Português defende essa posição por princípio, mas aceito sugestões.

 

Etiquetas: , , , , , ,

4 responses to “Tirar a Fidúcia da Moeda Fiduciária

  1. Eduardo

    19 de Março de 2013 at 11:39

    Ricardo, fiquei curioso, aonde tens o dinheiro longe do banco? Debaixo do colchão?🙂

     
  2. Ricardo Campelo de Magalhães

    19 de Março de 2013 at 12:12

    Não.
    Numa montanha Suíça, dentro do maior cofre da Europa.
    Através de um Banco Custodiante do Liechtenstein (lá os bancos de custódia têm respondabilidades que na Zona Euro não têm), com auditoria da PriceWaterhouseCoopers e em Prata.

    Brinquem vocês na montanha russa do Euro pois eu estou fora!

    Se quiseres ter também diz que eu envio-te mais informações (o WordPress já me deu o teu e-mail).

     
    • Antonio

      30 de Março de 2013 at 13:27

      Olá Ricardo, pode enviar-me essas informações, de como repetir os seus passos, para o meu email? Partilho das suas opiniões sobre o Euro. Obrigado.

       
  3. PedroS

    19 de Março de 2013 at 16:27

    Fiquei curioso com essa opção de poupança/investimento, embora para ser sincero eu receie que os actuais preços elevados dos metais preciosos e outras commodities tenham um forte componente inflacionário/especulativo/bubble…. Seria um abuso muito grande pedir-lhe que me enviasse algumas informações?…

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: